logo oficina da inteligência

Como funciona a educação personalizada?

educacao-personalizada

A educação personalizada desponta como uma alternativa ao ensino tradicional, ao reconhecer que cada aluno é único em sua forma de aprender. Fundamental para criar uma experiência educacional significativa e eficaz, essa metodologia estabelece, por meio de diversos recursos, um ambiente escolar acolhedor que promove o desenvolvimento integral do estudante.

O termo não é novo e surgiu pela primeira vez na Espanha, em 1960, com o pedagogo Víctor Gárcia Hoz, uma das figuras mais relevantes da pedagogia espanhola contemporânea. No entanto, foi nos últimos anos que essa modalidade educacional ganhou crescente aceitação em todo o mundo, à medida que se torna cada vez mais evidente a importância de considerar o indivíduo em sua totalidade e trazer sua realidade única para dentro da sala de aula.

É como se, grosso modo, a metodologia, que tem sido cada vez mais difundida nas escolas brasileiras, colocasse a abordagem tradicional de lado para dar espaço para o novo – ou para uma educação mais acolhedora e personalizada.

 

Por dentro da educação personalizada: o que é e como funciona?

Mais do que um método de ensino, a educação personalizada oferece aos alunos a condição necessária para que o indivíduo seja protagonista de seu aprendizado, despertando o conhecimento de dentro para fora e melhorando o desempenho acadêmico.

Na prática, a abordagem pedagógica trabalha com base no ritmo das crianças, considerando também seus interesses, estilos de aprendizagem, curiosidades, habilidades e seu comportamento.

Dessa maneira, a educação personalizada não apenas visa formar bons alunos, mas também cidadãos conscientes de seu papel no mundo, prontos para enfrentar os desafios do mundo real. Além disso, há uma clara ênfase no desenvolvimento das habilidades socioemocionais, como resiliência, colaboração e autoconfiança, proporcionando uma preparação mais completa para os desafios da vida.

LEIA MAIS: Como alfabetizar qualquer criança rapidamente

 

Como aplicar a educação personalizada dentro da sala de aula

educacao-personalizada-como-funciona

Antes de mais nada, é importante notar que adotar a metodologia não significa ir contra as diretrizes da Base Nacional Comum Curricular (BNCC), do Ministério da Educação. Pelo contrário, a ideia é justamente adaptar o conteúdo, os métodos de ensino e as atividades de acordo com as necessidades individuais de cada aluno, proporcionando uma experiência educacional mais enriquecedora. Mas, como fazer isso?

Os educadores devem dedicar tempo para identificar as particularidades de cada criança, compreendendo suas preferências, interesses, pontos fortes e desafios pessoais. Esse conhecimento não apenas cria um ambiente educacional respeitoso e acolhedor, como faz com que os alunos se sintam mais valorizados e compreendidos.

Durante o processo, é importante também envolver as famílias. A participação ativa dos pais fornece insights valiosos sobre a experiência pessoal, cultural e educacional de cada aluno, ao mesmo tempo em que aumenta a confiança das crianças e estimula sua autonomia dentro e fora da escola.

LEIA TAMBÉM: 5 dicas para aplicar a neurociência na sala de aula

Outros recursos também podem ser utilizados. Quando falamos em educação personalizada, é importante, por exemplo, oferecer uma variedade de materiais suplementares e atividades e desafios adequados a diferentes níveis de habilidade. Plataformas de aprendizagem online, softwares e aplicativos também podem ser grandes aliados nesse processo, criando um mundo de possibilidades para quem deseja personalizar o ensino.

É igualmente importante acompanhar a evolução das crianças e incentivar os alunos a assumirem a responsabilidade por seu próprio aprendizado. Permitir que escolham projetos, atividades ou métodos de avaliação que melhor se adequem às suas necessidades, por exemplo, promove o engajamento e a motivação dos estudantes.

No fim do dia, a educação personalizada traz inúmeras vantagens para a escola e para os alunos. De um lado estão os professores, que passam a desenvolver uma relação mais forte e positiva com as crianças, o que pode levar a um ambiente de sala de aula mais colaborativo e inclusivo; do outro, os alunos, que saem preparados para os desafios do mundo real.

E não é exagero! Ao adaptar o ensino para atender às necessidades individuais de cada um, é possível reduzir a lacuna de aprendizagem, garantindo que todos os alunos recebam, igualmente, o apoio que precisam para ter sucesso e alcançar seu pleno potencial acadêmico e pessoal.

CONTINUE LENDO: Como a relação entre professor e diretor impacta o ensino dos alunos?

 

Acompanhe as melhores dicas sobre aprendizagem infantil!

Facilitar o processo de aprendizagem infantil, capacitando pais e profissionais, é o objetivo da Oficina da Inteligência. Fundada pela psicopedagoga Carla Silva e pelo coach Willian Moreira, a plataforma visa transformar as relações humanas e melhorar o processo de ensino oferecendo treinamentos a professores.

Com uma visão 360º, o site oferece também aos pais todo o conhecimento necessário para que possam participar desta jornada de conhecimento e desenvolvimento. Entre em contato!

Gostou do conteúdo? Compartilhe
WhatsApp
Facebook
Telegram

Mais conteúdos

Preencha seus dados abaixo e seja VIP:

(Leva menos de 1 minuto) ☺️