logo oficina da inteligência

Como ensinar às crianças a função social da escrita?

funcao-social-da-escrita

 

Por que escrevemos como escrevemos? A função social da escrita é simples: comunicar por meio de símbolos, letras ou fonemas. Mas, aplicar esse conceito na educação infantil nem sempre é uma tarefa simples. Afinal, as crianças aprendem a escrever por imersão, seguindo o processo de alfabetização.

É necessário, contudo, ensinar por que isso é importante ou faz sentido. E resgatar a história da escrita, por exemplo, pode ser uma alternativa para que as crianças entendam sua origem e tenham um histórico ainda mais completo.

LEIA MAIS: O que é letramento?

 

História e função social da escrita

Para falar da função social da escrita, precisamos voltar até o período da pré-história, quando os homens faziam desenhos na parede das cavernas como uma forma de se comunicar.

Conhecidas como pinturas rupestres, as imagens transmitiam as ideias, desejos e necessidades desses povos. Ao contrário da escrita, os símbolos não tinham uma padronização ou organização – embora este seja o início da comunicação entre os seres humanos.

Os sistemas de escrita como conhecemos hoje foram instituídos de forma independente, por civilizações diferentes, entre elas a Mesopotâmia, China, Egito e América Central. Processos distintos e que refletem um importante avanço da humanidade: mais do que garantir registros históricos, a função social da escrita representa uma forma de ler e interpretar o mundo.

E ensinar isso durante o processo de aprendizagem é essencial para preservar a cultura e garantir uma aprendizagem muito mais consistente e coerente.

LEIA TAMBÉM: Quais são os pré-requisitos para alfabetização de uma criança?

 

A função social da escrita na prática

pratica-social-da-escrita

Inserir o conceito estrutural e a função social da escrita no processo de aprendizagem não é uma tarefa simples. Mas extremamente necessária, uma vez que permite explorar a intenção das atividades e a história da humanidade.

Uma boa forma de aplicar esse conhecimento é trabalhando as semelhanças e diferenças, a ordem que usamos para escrever (da esquerda para a direita) e a estrutura das palavras e das letras.

Outra dica é estimular a escrita em tarefas do dia a dia. Seja para escrever uma carta, preparar a lista do supermercado ou nomear objetos e materiais, usar palavras e símbolos com um propósito pode ajudar as crianças a entenderem a função social da escrita.

Do mesmo modo, a leitura pode ser uma grande aliada para que os pequenos entendam a função social da escrita a partir de variados gêneros textuais. Além de vivenciar as diferentes formas de comunicação, o estímulo visa encantar e despertar o gosto pela escrita nas crianças.

A experiência deve ser prazerosa e ir além do aprendizado gramatical.

CONTINUE LENDO: Escrita ou leitura: o que vem primeiro?

 

Acompanhe as melhores dicas sobre aprendizagem infantil!

Facilitar o processo de aprendizagem infantil, capacitando pais e profissionais, é o objetivo da Oficina da Inteligência. Fundada pela psicopedagoga Carla Silva e pelo CEO Willian Pedrom, a plataforma visa transformar as relações humanas e melhorar o processo de ensino oferecendo treinamentos a professores.

Com uma visão 360º, o site oferece também aos pais todo o conhecimento necessário para que possam participar desta jornada de conhecimento e desenvolvimento. Entre em contato!

Gostou do conteúdo? Compartilhe
WhatsApp
Facebook
Telegram

Mais conteúdos

Preencha seus dados abaixo e seja VIP:

(Leva menos de 1 minuto) ☺️